• Em:Curriculos

    Postado em:08/12

    Quem procura um emprego ou estágio, precisa passar pela tarefa de elaborar um curriculo atraente e de qualidade. Ele é quem vai abrir portas em empresas para a realização de uma entrevista. Trata-se de um cartão de visitas da sua vida profissional. Mas o que colocar em destaque? Como escrever? Muitas dúvidas podem surgir, por isso fique atento às informações abaixo para se destacar e aumentar suas chances na busca de uma oportunidade no mercado de trabalho.

    Itens fundamentais para um curriculo atraente:

    Objetivo - Cargo pretendido. Pode ser até três cargos, desde que tenham similaridades de funções dentro da área desejada.
    Exemplo: Vendedor/ Atendimento comercial

    Formação – Nível de escolaridade. Pode ser fundamental, médio, tecnológico ou superior, sendo completo ou incompleto. Também é bom colocar onde você concluiu os estudos. Se ainda falta concluir, coloque a previsão de término e o horário em que estuda.
    Exemplo: Ensino Médio completo – Nome da escola.

    Experiência ou Trajetória Profissional – Comece da mais nova para mais antiga. Conte por quais empresas passou e quais cargos você já teve. Coloque as datas de permanência ou então especifique com “atual” caso ainda esteja trabalhando e queira novas oportunidades. O mais importante é detalhar suas funções informando suas tarefas em cada emprego, assim como tarefas nas quais se destacou.

    Exemplo:
    Nome da empresa (Dez/2007 a Dez/2009)
    Cargo: Vendedor
    Atendimento ao público para a venda de produtos. Acompanhamento de pós-vendas, pedidos e entregas. Colaboração em projetos de reciclagem da empresa para diminuição de custos operacionais.

    Cursos – Não deixe de fora seus cursos de aprimoramento em informática. Deixe claro qual seu nível de aprendizado (básico, intermediário, avançado). Também destaque outros cursos que tenha realizado para complementar sua experiência.
    Exemplo:
    Curso de Técnicas de vendas – Nome do professor / Escola – (duração 50 horas).

    Idiomas – Caso tenha realizado algum curso para aprender outra língua, coloque-o também em seu curriculo sempre informando seu nível: básico, intermediário, avançado ou fluente.

    Extras – São informações que podem somar qualificações ao seu curriculo. Se você já morou em outro país ou participou de algum projeto social, coloque neste item. Aquele trabalho temporário também pode constar. Afinal, toda experiência é válida na hora.

    Não tem experiência ainda?
    Muita calma nessa hora. O primeiro emprego ou estágio realmente pode trazer uma dificuldade maior na elaboração do curriculo. O importante é não mentir. Use sempre a verdade sobre sua experiência, mostre sua vontade de aprender. Talvez alguma atividade que tenha feito informalmente possa ser útil nessa conquista. Se couber em seu orçamento, verifique a possibilidade de fazer um curso que possa ajudá-lo a ingressar no mercado de trabalho.

    Dicas

    • Seja objetivo no texto, mas não “enxugue” demais suas experiências.

    • Tente focar sua experiência do curriculo na área em que deseja a oportunidade.

    • Sempre que for enviar ou entregar um curriculo coloque o cargo de acordo com a vaga em aberto.

    • Não envie sempre o mesmo curriculo para várias empresas. Cada empresa merece sua atenção e a elaboração de um curriculo específico. Se a função for mais técnica, exigindo conhecimentos específicos, dê mais destaque à formação escolar.

    • Se a vaga for para uma atuação mais prática, como por exemplo, serviços de pintura, destaque sua experiência profissional prévia. Caso não tenha essa experiência, mostre no item extras as habilidades que o ajudariam a fazer o trabalho.

    Fazendo essas dicas citadas, você conseguirá um curriculo atraente e que chame a atenção das empresas que você quer trabalhar.

    Elaborando um curriculo atraente

  • Em:Empregos, Trabalho

    Postado em:25/10

    O que evitar na sua redaçãoRedação do ENEM é algo que muitos tem dúvidas pois não sabem o que fazer. O Exame Nacional do Ensino Médio está próximo.  Em 27 de outubro, acontecerão as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias.  Apesar da proximidade, muitos candidatos  ainda têm dúvidas sobre a prova de  Redação.

    No  site oficial do Exame, aparecem  algumas  dicas sobre o que  será considerado para  a correção:

    - Não atender a proposta solicitada ou desenvolver outra estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo;
    - Entregar a folha de redação sem texto escrito;
    - Escrever até 7 (sete) linhas, qualquer que seja o conteúdo;
    - Impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação;
    - Desrespeito aos direitos humanos;
    - Parte do texto deliberadamente desconectada com o tema proposto.

    Por que  o candidato deve se preocupar com essas questões?

    Um dos principais equívocos cometidos em provas de redação é a fuga do tema. Lembram da  confusão  provocada pela receita de  miojo e  o  hino do  Palmeiras no  ENEM 2012? Os candidatos resolveram  fazer uma “gracinha” e,  por causa disso, a correção deste ano será muito mais rigorosa. Não adianta nada escrever um texto  sem  erros ortográficoscoesão e coerência perfeitas, se a banca mandou escrever sobre as manifestações políticas no Rio de Janeiro e  o candidato decidiu fazer  um texto sobre a  beleza  da natureza.  O mesmo vale para  o gênero textual e a  modalidade discursiva. Após concluir sua redação, releia  e veja se atingiu  o  objetivo.

    Nem só de vírgulas e acentos  é feito um bom texto; é preciso  ter cuidado com a linguagem. É bom deixar  de  fora expressões  típicas da  linguagem  oral ou das redes sociais, já que exames como  o ENEM privilegiam  a  norma  culta  da  língua portuguesa.  ”Né?”, “Vc” são aceitáveis apenas em  alguns contextos; devem, portanto, ser esquecidas na  elaboração de  um texto formal.

    O personagem Odorico Paraguassu – protagonista de O bem amado, de Dias Gomes – usavalinguagem rebuscada e  muita gente acha que, para fugir da linguagem  informal demais, deve fazer como o político da ficção: usar um vocabulário excessivamente sofisticado que nem sempre acrescenta muita coisa ao texto. Na hora de escolher o  vocabulário, vale o  bom senso.

    Desconsiderar  a progressão do texto também  é  um problema.  Planejar a estrutura do texto – introdução, desenvolvimento, conclusão – e evitar repetição de palavras ou  ideias são cuidados essenciais.

    Para  fazer o download do guia de redação oficial do ENEM,  clique AQUI.

  • Em:Empregos

    Postado em:05/09

    comercial LG

    Lembram do processo seletivo pra trabalhar na heineken, que acabou se tornando um dos virais da série “comerciais criativos” que sempre comento aqui no blog? Pois é, a onda continua e dessa vez quem conseguiu emplacar uma ótima pegadinha foi a LG, pra provar a qualidade do seu produto com o mais novo lançamento

  • Página 1 de 1712345...10...Última »